quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Como tudo começou: Sandra Lane

Sempre conto que ouço histórias desde a barriga da minha mãe e que cresci ouvindo meus avós e tios contando uma porção de coisas. Também não é novidade que me emociono ainda hoje mesmo com histórias que já sei de cor. Isto eu e meus irmãos herdamos e quando nos reunimos estamos sempre lembrando alguma história que vivemos. Quem nos conhece sabe como esses momentos são divertidos e reveladores. O que faltava contar pra todo mundo, foi como decidi passar de escutadora de histórias da minha família, à contadora de histórias de todo mundo:

Era uma vez, lá pelos idos de 1999, um ônibus que ia pruma viagem cheia de descobertas com a Orquestra de Viola Caipira. Dentro dele,  eu e meu amigo Carlinhos Ferreira proseando as lindezas que a gente esperava. No entremeio, fui falando de como estava cada vez mais apaixonada por essa coisa de contar histórias e que adoraria que um dia isso se estendesse por outras áreas da minha vida. Carlinhos me convidou para conhecer uma  amiga sua e esta foi a primeira vez que ouvi falar de Sandra Lane. Fiz as malas e passei uma semana pelas bandas de BH.
Meu coração se encantou quando os meninos  e meninas contadores de histórias do Passaredo me acolheram de sorriso largo, contando histórias e me abrindo as cortinas de um mundo novo. Fui conhecendo uma porção de coisas e recebendo todo o carinho e atenção de Sandra, que encheu minha mala de livros, fitas cassetes, apostilas e todo material que ela dispunha para que eu conhecesse esse universo de contadores profissionais. Falei dos meus medos, da minha insegurança e Sandra foi delicadamente me falando sobre a própria experiência, trazendo um sopro de leveza pro meu coração.
Voltei muito mais encantada, mas demorei para descobrir minha identidade como contadora e assumir minhas vontades. Sempre falei da importância de  Sandra pro meu começo, mas só nos reencontramos em 2008, no Simpósio de Contadores de Histórias do Rio e a alegria foi  imensa!
Agora, divido com vocês todo meu respeito por essa pessoa ímpar, cheia de luz e que faz diferença na vida das pessoas que passam por ela. Com vocês, Sandra Lane:




Querem saber mais sobre ela? 

2 comentários:

  1. Ah, não sabia que cê tinha tido um guru... Ou gurua? rsrsrs

    Sempre tem um segredo pendente...

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Pois é, tava na hora de revelar meu segredo, rsrs.

    ResponderExcluir